domingo, 16 de fevereiro de 2014

espero



ainda existem dias
longos demais
mais do que deviam
aguardando que apareças

espero-te em cada passo
como promessa de um universo
que me deve a felicidade

espero-te em cada olhar
como luz que me permita ver
toda a beleza que me rodeia

espero-te em cada sussurro
que a vida me traz aos ouvidos
no meio do ensurdecer

espero-te em cada sopro
de ar no meu respirar
nulo na solidão

Sem comentários:

Enviar um comentário