domingo, 18 de agosto de 2013

proretrocesso

Raios!
Armada em madame, comprei, há uns mesitos, um balde novo cá para os interiores da casa, armadilhado com esfregona, todo pipi, "ingalinho" ao da imagem.
A porcaria custou os olhos da cara (bem, leia-se que foi mais caro do que eu esperava para um artigo do género...) inflacionado por ser dessa marca xpto...
A coisa usava-se bem, mas, quando achei que a esfregona já estava gasta demais, deitei fora e fui acoplar outra (costumo ter sempre uma extra guardada, pois é preciso mudar de vez em quando, n'é?) - ora, aí é que descobri a marosca! Apesar de o balde aparentar normalidade, o torcedor deixou de ser eficaz e o mais que consigo é deixar o chão encharcado!
Pois, os fabricantes da coisa arranjaram maneira de "formatar" o torcedor só para os seus modelos... E, ou vou comprar uma esfregona da marca (debalde, se calhar, pois o dito torcedor já se retorceu todo...), ou mudo de balde...
E isto tudo é só uma amostra de como somos comandados pela produção, e de como acabamos por nos vergar ao seu poder...
Na realidade... só fiquei com vontade de devolver o balde à procedência, devidamente revestido de uma produção caseira e orgânico-escatológica!

Sem comentários:

Enviar um comentário